Atualidades

Atualidades – Cadastro Único como inscrever para receber o Auxílio Brasil

Em primeiro lugar, as famílias que queiram participar das iniciativas sociais propostas pelo governo devem se inscrever no Cadastro Único.

Sendo assim, uma das propostas é manter o cadastro atualizado para que o sistema entenda quem realmente deve ser beneficiado.

Portanto, o programa social mais procurado entre os que fazem a inscrição no Cadastro Único é o Auxílio Brasil, sendo uma grande ajuda para as famílias.

Além disso, muita gente tentou se inscrever no programa Auxílio Brasil depois que o valor passou de R$ 400,00 para R$ 600,00, o que gerou confusão sobre como fazê-lo.

Saiba tudo sobre a inscrição do Cadastro Único para receber ajuda do Auxílio Brasil

Cadastro Único como inscrever para receber o Auxílio Brasil
(Imagem: Google)

Com isso, é necessário registrar-se no Cadastro Único para utilizar o Auxílio Brasil. As pessoas devem se registrar e depois ficar na fila para a análise do governo.

A análise mostrará se a família atende ou não a todos os requisitos para participar do programa e receber recursos mensais.

Outrossim, as informações são registradas no Cadastro Único mesmo que a família não possa aderir ao Auxílio Brasil.

Ao fazer isso, você pode ter a possibilidade de receber alguma contrapartida pelos benefícios de outros programas, incluindo a Tarifa Social.

Então, neste post, daremos todas as dicas e detalhes que você precisa para se inscrever no Cadastro Único e participar dos programas sociais do governo.

Nesse aspecto, há possibilidades de participar e receber o Vale Gás, Tarifa Social, Auxilio Creche e Auxilio Brasil, por exemplo.

O Cadastro Único também é utilizado como recurso para informações sobre benefícios, pelo qual as famílias serão direcionados corretamente.

Como posso me inscrever no Cadastro Único?

Quem quiser participar de serviços sociais e obter benefícios deve se inscrever no Cadastro Único. Portanto, o pré-registro é feito pelo aplicativo CadÚnico, sendo o primeiro passo.

Para isso, deverá visitar o site da Play Store ou a App Store para baixar o aplicativo, para que posteriormente possa registrar-se.

Após isso, deve agendar o dia para atendimento presencial no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), ou em outros locais de atendimento para esse fim.

Nesse contexto, incluem postos de atendimento do Cadastro Único e do programa Bolsa Família anterior. Decida o dia e a hora no local de atendimento mais conveniente para sua casa.

Você ou outro morador de sua casa que irá representar a família, deve portar alguns documentos necessários no dia do atendimento presencial para concluir o cadastro sem problemas.

Dessa maneira, certifique-se de separar alguns documentos que serão primordiais para concluir o cadastro. Veja a lista abaixo:

  • Certidão de Nascimento
  • CPF
  • Certidão de Casamento
  • Carteira de Trabalho
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI)—somente se a pessoa for indígena
  • Carteira de Identidade
  • RG
  • Título de Eleitor

Quem pode fazer a inscrição para receber o Auxílio Brasil?

Primeiramente, é preciso esclarecer que existem alguns requisitos para cumprir o perfil e poder se inscrever no Cadastro Único, sendo essa uma das questões fundamentais.

Para aqueles que desejam saber se se enquadram ou não na categoria de pessoas elegíveis, para participar do processo de registro, dividimos uma lista com os fatores limitantes dessa forma.

Dessa forma, os seguintes requisitos devem ser atendidos para se inscrever no Cadastro Único:

  • Famílias com renda per capita mensal de até R$ 606,00 (o salário mínimo)
  • As famílias podem se inscrever se a renda mensal total de todos os membros for de até três salários mínimos;
  • Famílias que estão inscritas em um dos programas sociais do governo apesar de ganharem mais de três salários mínimos por mês;
  • Indivíduos que são lares unipessoais que vivem sozinhos;
  • Indivíduos sem-abrigo.

Todos aqueles que se enquadrarem em um desses critérios podem, então, fazer o pré-cadastro no aplicativo do Cadastro Único.

Em seguida, poderá então efetuar o seu agendamento para uma visita física em um local de atendimento do governo.

Todas as pessoas que preencham os requisitos têm o direito de se inscrever para participar de programas sociais administrados pelo governo.

Como é o processo de entrevista na CadÚnico?

Basta aguardar e visitar o local de atendimento no horário e dia adequados após o agendamento do dia do Atendimento Presencial.

Como resultado, o representante da família terá uma entrevista com uma assistente social e será obrigado a responder a perguntas no dia do atendimento presencial.

Fica uma dica, sendo muito importante que a pessoa apenas seja sincera neste momento. Lembrando, que o teor das perguntas são sobre a família.

Perguntas como quantas pessoas compõem o núcleo familiar, quem são, como é sua casa e se algum dos membros possui deficiência estão entre as que o representante da família deve responder.

O representante também deve divulgar a renda mensal da família, bem como a escolaridade dos membros da família.

Além disso, apenas o representante da família precisa visitar o CRAS para cadastrar a família. Para iniciar o processo de cadastramento familiar, essa pessoa deve ter no mínimo 16 anos e apresentar o título de eleitor ou CPF.

A família estará um passo mais perto de ser elegível para participar de um programa do governo como resultado.

Relacionados